sexta-feira, 14 de maio de 2010

A Mulher


" Vem aos meus sonhos, faz em mim a tua casa.
Planta,em frente, a cerejeira dos pássaros brancos, deixa que eles pousem nos ramos e cantem eternamente,deixa que nas suas asas de luz leia o meu nome, antes dos relâmpagos acenderem os prados.
Vem aos meus sonhos, vê o labirinto por onde me perco,vê os meus paises do mar,vê, em cada barco que parte do meu coraçao,as viagens que nao fiz,os amores que nao tive.
Vem aos meus sonhos,traz um fio de água para as dálias do meu quarto vazio.
Vem aos meus sonhos , ilumina-me as noites , diz-me que estas aqui "
Gracio 2010

4 comentários:

Maria Joao Vasconcelos disse...

Tantos anos e agora encontramo-nos por aqui. Nunca mais havia sabido notícias da vossa família.Não te sabia um artista. Obrigada pelo contacto

José Catalo disse...

Excelente. Obrigado meu amigo por mais esta beleza.

Catalo

Anónimo disse...

O Sol aquece-me, cheira a rosmaninho, os pássaros cantam para mim enquanto o vento penteia suavemente o meu cabelo. Isto é paz!!!

gracio disse...

Obrigado Maria Joao e Jose um abraço. E obrigado tambem ao sr Anonimo pelo inspirado comentario....